Se você ama esportes e quer trabalhar na área, saiba que não é preciso ser atleta para isso. Na verdade, o mercado esportivo também demanda atuações de diferentes profissionais, como os de comunicação e marketing.

Contudo, para quem deseja se aventurar na área, é necessário investir em cursos de capacitação. E uma ótima opção é o de gestão e marketing esportivo, área de grande expansão no mercado atual.

Nesse caso, o estudante aprenderá a criar e a desenvolver estratégias para atingir o público-alvo — os torcedores. E é importante ter em mente que o esporte mexe com a emoção das pessoas, por isso, é necessário saber utilizar esse artifício ao seu favor.

Ao final do curso, então, o aluno poderá identificar os diversos personagens e processos que envolvem a indústria do esporte, permitindo-lhe concentrar seus esforços na área que mais lhe interessar.

No entanto, antes de nos aprofundarmos nos motivos para se investir em um curso de gestão e marketing esportivo, é importante entender perfeitamente o conceito da profissão. E é exatamente isso que faremos neste post. Então, continue lendo e confira!

O que é marketing esportivo?

Assim como o tradicional, o marketing esportivo tem o objetivo de oferecer serviços e produtos ao público-alvo — que nesse caso, como vimos, são os torcedores. Para que isso ocorra, é necessário criar uma série de estratégias de comunicação, distribuição e comercialização.

A grande diferença do marketing esportivo em relação ao tradicional, no entanto, é a paixão. Afinal, ao pensar nas ações a serem desenvolvidas, é essencial ter em mente os fatores emocionais que envolvem os consumidores. E não pense que isso é fácil.

Para construir uma carreira de sucesso, de fato, é necessário muito estudo e dedicação — e é por isso que o curso se torna essencial. Ainda não está convencido? A seguir, separamos cinco motivos para você investir em aulas sobre o tema. Vejamos:

1. O curso de gestão e marketing esportivo é um diferencial

Muitos profissionais ligados ao marketing tradicional acabam se aventurando na área esportiva. No entanto, a indústria do esporte é extremamente diferente das demais, e exige conhecimentos bem específicos. O curso, portanto, garante a capacitação do aluno para o mercado, permitindo que ele analise o cenário e todas as variáveis que estão ligadas a ele.

Assim, ele se torna um diferencial frente aos concorrentes. Tenha certeza: uma empresa ligada ao mercado esportivo dará preferência aos profissionais especializados na área. Então, se o seu objetivo é mesmo entrar na indústria, capacitar-se com técnicos adequados é essencial.

2. O mercado está em expansão

Assim, com as mídias sociais cada vez mais presentes na vida das pessoas, é impossível uma empresa não investir em marketing esportivo. Afinal, a forma com que consumimos os produtos e serviços muda a cada dia, então, uma estratégia que dava certo há alguns anos pode ser um fracasso atualmente.

Hoje, inclusive, os torcedores possuem uma enxurrada de informações sobre tudo o que envolve o esporte. Então, com um consumidor cada vez mais exigente e bem informado, é preciso investir em novas soluções.

E os profissionais da área são os mais capacitados para oferecer as melhores soluções do ponto de vista do consumidor atual. O curso possibilitará a criação de uma visão antenada e estratégica, com o objetivo de gerar maior visibilidade institucional, incrementar as vendas e melhorar o relacionamento com os clientes.

3. Há uma grande demanda de profissionais

Apesar de o potencial do marketing esportivo ser evidente, ainda há muita oportunidade no setor. Isso porque a área ainda é pouco difundida no Brasil — as estratégias se limitam, basicamente, à inserção da marca em camisas de atletas. Assim, a tendência é que as empresas busquem cada vez mais por profissionais com soluções inovadoras e complexas.

Além disso, após a Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016, esse cenário acelerou um pouco. O Brasil está investindo mais em esportes, e as pessoas estão conhecendo outras modalidades além do futebol, o que está fomentando diferentes paixões, como o MMA, o basquete e rugby.

4. Os resultados podem ser mensurados

Além de aprender como funciona o mercado e como elaborar boas estratégias, o curso de gestão e marketing esportivo te mostrará como mensurar os resultados obtidos com cada ação.

Afinal, é importantíssimo levar retornos ao empreendedor, que se sentirá mais seguro sabendo, exatamente, onde está investindo e quais são os resultados desse investimento.

Nesse sentido, um exemplo de estratégia inteligente que trouxe um retorno significativo foi a criação do sócio torcedor. Tornando-se um membro do clube, o cliente tem a oportunidade de receber promoções exclusivas, descontos na compra de ingressos, e até de conhecer o time.

Assim, depois de implementada a estratégia, a relação do torcedor ficou muito mais forte e verdadeira. Consequentemente, ele passou a consumir mais produtos, serviços e novidades sobre o esporte de coração.

Enfim, empresas que estão antenadas ao marketing esportivo têm obtido ótimos resultados. E é por isso que grandes empreendimentos — como Nike, Adidas, Budweiser e Heineken — já estão de olho no mercado.

5. É possível analisar casos de sucesso

Conhecer, estudar e analisar os casos de sucesso é extremamente importante para que o profissional tenha boas referências e criatividade. Justamente por conta disso, o curso de gestão e marketing esportivo passeia por uma série de estratégias que deram certo no mundo todo.

Grosso modo, o objetivo da análise é extrair o máximo de informações a fim de estimular o estudante a desenvolver ações inovadoras.

Além disso, o curso possibilita que o aluno analise como é feito o gerenciamento de imagem e as mídias sociais de grandes empresas e atletas da indústria do esporte. Além de servir de inspiração, a análise proporciona ao estudante investigar as estratégias que não deram certo para evitar erros futuros.

Como escolher a instituição correta?

Bem, agora que você já conhece a importância de investir em um curso de gestão e marketing esportivo, falta escolher a instituição onde estudará, certo? Nesse caso, antes de tudo, é essencial levar em consideração quem são os profissionais que ministrarão o curso.

Dê preferência aos experientes no assunto, especialmente aqueles que possuem casos de estratégias que obtiveram sucesso. Depois, basta muito estudo e dedicação para se tornar um profissional bem-sucedido!

E aí, gostou do nosso artigo? Então, aproveite para conhecer também estar 6 dicas para planejar sua carreira para trabalhar com esportes e aperfeiçoe os seus conhecimentos!

 

Leia também:

Qual o seu perfil de gestor esportivo?

Como aumentar minha experiência profissional?

03