Todos nós sabemos que o mercado de trabalho está se tornando mais exigente e competitivo a cada dia. Nesse sentido, a experiência profissional é um dos pontos mais valorizados no momento de contratar um especialista. 

No entanto, conseguir uma boa bagagem em sua área de atuação pode ser um desafio. A boa notícia é que existem formas de se aperfeiçoar e ser cada vez mais valorizado no mercado. Investir em cursos de especialização, intercâmbios e trabalhos voluntários são alguns exemplos. 

Quer saber mais detalhes sobre o assunto? Então este post é para você! Separamos 8 dicas para que consiga aumentar a sua experiência profissional e alcançar o cargo dos sonhos. Acompanhe:

1. Faça estágios 

estágio possui inúmeras vantagens, como a possibilidade de aperfeiçoar os conhecimentos e entender a dinâmica de um ambiente de trabalho. Lembre-se de que, após a formatura, dificilmente alguém estará disposto a te ensinar algo didaticamente.

Portanto, o estágio é a melhor oportunidade para desenvolver habilidades. Além disso, o trabalho temporário proporciona ao estudante a possibilidade de fazer networking — recurso muito importante no mercado de trabalho.

Se você for um bom profissional durante o seu estágio, as chances de ser contratado (ou indicado para outra empresa) são bem grandes. Aproveite o momento para aprender, descobrir como funciona um empreendimento e conhecer pessoas.

2. Invista em intercâmbios 

O intercâmbio é uma excelente alternativa para aprender um novo idioma — diferencial bastante significativo na hora de conseguir uma boa vaga. Os benefícios de passar um tempo fora do país, porém, vão além disso. 

A maioria das empresas valoriza os profissionais com experiência de vida, que tenham uma mente aberta e consigam pensar “fora da caixa”. O intercâmbio, por sua vez, é uma ótima oportunidade para ampliar os horizontes, conhecer novas culturas e ganhar confiança e independência.  

Por isso, se o objetivo é ficar à frente dos seus concorrentes, busque estudar ou trabalhar em outros países. Os mais procurados são Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, mas o importante é escolher uma nação com a qual você se identifique. 

3. Aposte em trabalhos voluntários 

Além de contribuir com a sociedade, pessoas que realizam trabalhos voluntários são muito valorizadas em uma empresa. Isso ocorre porque o voluntariado faz com o que o indivíduo desenvolva habilidades, como o crescimento pessoal e a proatividade. 

Dentro das organizações, essas características são primordiais para um profissional. Além disso, o comprometimento com o outro serve como uma espécie de referência sobre como será a conduta do especialista no ambiente corporativo.

Quem faz esse tipo de atividade tende a respeitar as diferenças e apresenta uma maior facilidade de relacionar-se com os colegas. Trata-se, portanto, de uma excelente alternativa para quem busca se destacar no mercado. 

4. Busque cursos de especialização 

Os cursos de especialização e capacitação são ótimas opções para o profissional se manter atualizado, além de possibilitarem um constante contato com especialistas que poderão contribuir com o seu desenvolvimento. 

Sabemos que o mercado está cada vez mais exigente. Por isso, nem sempre a graduação dá conta de suprir toda a demanda. A especialização, por outro lado, têm a função de destacar o candidato nos processos seletivos. 

Além disso, a expansão do conhecimento possibilitada pelos cursos faz com que a pessoa seja mais valorizada na carreira. Consequentemente, ela pode conquistar um cargo melhor e ter um salário mais alto. 

5. Procure ajuda de especialistas em sua área 

Lembra que falamos sobre networking? Pois é… Ter uma rede de contatos profissionais é importante tanto para conseguir indicações e recomendações quanto para crescer em seu setor. 

Procure alguém em quem confie e faça dessa pessoa uma referência. Ela pode te dar dicas sobre a sua área e, ainda, repassar conhecimentos importantes. Escutar aqueles com mais experiência é essencial para crescer na carreira. 

6. Desenvolva projetos em sua faculdade 

Uma das principais formas de ganhar experiência é aproveitar oportunidades que a própria universidade fornece. Nesse sentido, iniciar um projeto de pesquisa ou extensão é uma ótima maneira de adquirir conhecimentos e ganhar vivência profissional. 

Além de desenvolver projetos, você pode buscar meios de trabalhar dentro da instituição em que estuda. Busque por vagas de assistente para algum departamento que esteja relacionado com a carreira que você deseja seguir. Assim, além de aprender, é possível começar a construir uma rede de contatos. 

7. Invista em redes sociais profissionais 

As redes sociais profissionais são excelentes lugares para buscar ofertas de emprego, apresentar soluções, expor marcas e fazer networking. 

Para se ter uma ideia, o LinkedIn — principal mídia social do segmento — tem cerca de 25 milhões de adeptos só no Brasil. Mas, para aproveitar todos os benefícios que a rede oferece, não basta apenas cadastrar um perfil. 

O profissional deve saber apresentar-se bem, interagir com as pessoas, ampliar sua rede de contatos, contribuir com colaboradores da mesma área de atuação, publicar e compartilhar conteúdos, participar de grupos… Enfim, é preciso ser um usuário realmente ativo para alcançar resultados positivos. 

Em seu perfil, há um espaço onde você tem a oportunidade de se apresentar. Aproveite para descrever o que já fez, como se capacitou e quais são as suas principais habilidades e competências.

Não deixe, também, de destacar suas experiências relevantes e utilizar palavras-chave que ajudarão na visibilidade do perfil. Mas lembre-se: é essencial que o texto elaborado seja objetivo e atrativo. 

8. Ofereça seus serviços às empresas que tenham a ver com você

Está difícil conseguir uma vaga no mercado de trabalho? Que tal, então, se oferecer para estagiar em uma empresa com a qual você se identifique, mesmo sem remuneração? Trabalhar por um período em um empreendimento da sua área tem inúmeros benefícios. 

Lá, você terá a oportunidade de aprender e de conhecer pessoas. Além disso, caso gostem do seu serviço, é bem provável que seja contratado ou até mesmo recomendado para outra companhia. 

Se não houver tempo disponível em sua agenda, você pode propor trabalhar durante as férias, por exemplo. Essa é uma ótima chance de desenvolver habilidades e aumentar a experiência profissional. 

Este artigo foi útil para você? Compartilhe-o em suas redes sociais e ajude outras pessoas a alavancarem a carreira! 

 

Leia também:

Qual o seu perfil de gestor esportivo?

O que faz um profissional de gestão esportiva?

6 dicas para planejar sua carreira para trabalhar com esportes

03