Apesar de todos os atrativos existentes na vida de um jogador de futebol, a profissão exige também um devido planejamento de carreira, como acontece com todas as áreas do conhecimento humano.

Sabendo-se que o tempo de atuação nos gramados é bem mais curto em comparação às outras atividades, os atletas ainda jovens precisam traçar metas quanto ao desenvolvimento técnico. 

Também não podem deixar de lado os planos de estudos, investimentos, novos projetos e até mesmo uma provável entrada no meio empresarial esportivo quando a aposentadoria das chuteiras chegar. Para isso, o plano de carreira é fundamental, como mostraremos neste post.

Veja como iniciar o planejamento de carreira

Muitos times profissionais já incentivam o planejamento de carreira ainda nas categorias de base, como acontece com o Coritiba (PR).

Dessa maneira, os técnicos e gestores esportivos já visualizam os talentos que podem subir mais rapidamente de categorias, os que serão direcionados a empréstimos e os que têm convocação garantida. 

Além das possibilidades dentro do clube, um devido plano de carreira contribui para que os objetivos de cada atleta sejam alcançados mais rapidamente. 

Ou seja, se determinado jogador sonha vestir a camisa de um time europeu, por exemplo, ele terá que construir metas a curto, médio e longo prazo, abrindo mão de muita coisa que poderia interferir na realização do seu sonho, como baladas ou muitos relacionamentos. 

Os profissionais que estão por trás dos atletas também são peças primordiais na construção de um craque. É por meio do planejamento de carreira que todos os passos, um em cada etapa, serão conduzidos rumo ao sucesso. 

Conheça a importância de um plano de carreira esportivo

Do marketing pessoal ao fechamento de novos contratos com clubes, passando pela publicidade com grandes marcas, o plano de carreira esportivo faz com que tanto o atleta quanto seus empresários aumentem não só a rentabilidade como também o prestigio. 

Através do planejamento de carreira é possível ainda aproveitar todas as potencialidades do atleta, investindo em pontos que farão a diferença nos jogos, como agilidade, força, flexibilidade, menos chances de contusões, enfim, certamente os resultados serão altamente produtivos.

Fora o aspecto técnico, é importante o jogador de futebol traçar objetivos para a vida pessoal. Afinal, a grande maioria pendura as chuteiras por volta dos 35 anos de idade, ou seja, há muita vida pela frente. 

Dessa forma, o jogador de hoje poderá ser um treinador amanhã ou um dirigente. Pode se transformar em empresário de outros segmentos ou até mesmo cursar uma faculdade que pode ser direcionada ao esporte, como Fisioterapia ou Educação Física. Enfim, com um planejamento bem alicerçado tudo é possível.

Situação que vale também para quem atua juntamente com os atletas, como massagistas, educadores físicos, etc.

Valorize uma aposentadoria segura

Diante de um mercado financeiro altamente vulnerável, quem investe em planos privados de aposentadoria consegue obter melhores rendimentos para o futuro. 

A dica vale para profissionais esportivos, de atletas à comissão técnica. Portanto, além das obrigações corriqueiras com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), faça uma reserva e invista em fundos seguros. 

Afinal, nada melhor do que manter a mesma condição de vida, independentemente da idade, destinando conforto não só para você como para toda a sua família. Portanto, realizar o planejamento de carreira é essencial para quem quer manter o sucesso.

E aí, gostou do nosso artigo? Que tal ficar por dentro agora sobre como o regulamento de licença de clubes afeta sua carreira esportiva? Explore nossos conteúdos! 

03