Estudantes das mais diferentes áreas do conhecimento apresentam grande afinidade com o esporte. Para muitos desses jovens, independentemente do curso de graduação, conseguir um estágio nessa área é uma tarefa complicada.

O que falta, muitas vezes, para quem se emprenha nessa missão, é encontrar a orientação adequada para trabalhar os atributos e características pessoais desejados pelo mercado de esportes e suas subáreas.

Por isso, se você sonha com um estágio na área esportiva, acompanhe nesta publicação 6 preciosas dicas sobre o tema.

1. Construa uma rede de contatos estratégica

Conquistar o primeiro emprego no mesmo ramo da faculdade é uma tarefa difícil para a maioria dos jovens. O mesmo vale para estágios. No entanto, podemos dizer que existem alguns atalhos que podem ser trilhados visando superar determinadas dificuldades.

Um desses caminhos, certamente, passa por construir uma teia de relacionamentos profissionais estratégica, o chamado networking, termo consagrado pelo mundo corporativo.

Mas, como construir um bom networking se não tenho experiência profissional? A resposta a essa pergunta é: dê primeiros passos consistentes!

  • Mantenha boa relação com seus professores. Em um futuro próximo, podem ser eles quem irão apontar boas oportunidades para a sua carreira. Caso seu curso não esteja ligado a área esportiva, procure por outros departamentos da sua universidade em que haja professores e profissionais ligados à área;
  • absorva a experiência de seus colegas que já trabalham ou fazem estágio — mesmo por meio das conversas informais;
  • se faça presente em atividades extracurriculares voltadas ao tema esportivo, como seminários e palestras. Busque trocar contatos com pessoas que sejam relevantes no mercado.

2. Valorize atividades extracurriculares

Para alunos que nunca estagiaram e, em função disso, não têm um currículo ‘recheado’, atividades extracurriculares são uma boa alternativa. Como dito anteriormente, seminários, palestras, simpósios e treinamentos reúnem pessoas de destaque na área.

Além do networking e da oportunidade de aprendizado, é possível registrar a participação nesses espaços em seu currículo e, com isso, apresentar alguma vantagem competitiva em processos seletivos.

Investir em cursos de curta duração é uma ótima pedida. Para a área esportiva, em específico, há várias qualificações que demandam pouco investimento de tempo e modalidades de ensino a distância, por exemplo. As ementas dos cursos, de maneira geral, são voltadas para o gerenciamento de instituições esportivas

3. Participe de organizações estudantis

Todos sabemos que esportes têm o poder de congregar muitas pessoas em diversos tipos de evento. Nas instituições de ensino superior não é diferente.

Diversas faculdades e universidades do país — e do mundo — possuem programas para incentivar os jovens à prática do esporte. Bolsas, premiações, patrocínios: muitos são os planos para fazer com que os estudantes se dediquem mais às atividades.

Fazer parte das frentes e grupos de trabalho, dos diretórios acadêmicos e das organizações atléticas para promoção desses eventos esportivos, é uma grande oportunidade de desenvolver algumas competências.

Dependendo do nível de organização dessas instituições de representação estudantil, os eventos e competições movimentam recursos consideráveis e atraem os interesses de empresas e personalidades de destaque, exigindo que os estudantes desenvolvam capacidades como o planejamento, a logística, a comunicação etc.

Tratam-se de aptidões mais do que desejáveis pelo mercado de trabalho e que, certamente, abrirão portas no futuro.

4. Conheça o coaching para área esportiva

Se tratando de aptidões e características desejáveis para área esportiva, temos a liderança como ponto chave para quem gostaria de se credenciar como profissional na área.

Liderar é algo inerente à prática esportiva em si, e na gestão dos negócios do esporte não seria diferente. As organizações do esporte, atualmente, carecem de ‘capitães’ e técnicos para dirigir seus rumos.

Nesse sentido, podemos dizer que há pessoas consideradas líderes natos, enquanto outras ainda precisam desenvolver essa habilidade. Se você identifica-se com alguém do segundo grupo, não se preocupe: com muito trabalho, preparação e ajuda especializada qualquer barreira pode ser superada.

Atualmente, há serviços de coaching e mentoria especializados em lidar com profissionais de diferentes ramos do esporte, como marketing esportivo, preparação física de atletas, gestão de negócios etc.

Utilizar esses serviços é algo extremamente válido para quem gostaria de desenvolver habilidades relacionadas à liderança, tomada de decisão e planejamento de carreira. Muito mais do que um estágio, uma orientação dessa natureza o acompanhará por toda sua trajetória profissional.

5. Descubra o que há de mais atual na área esportiva

Muitas vezes, apresentamos interesse em trabalhar em um determinado segmento sem conhecer a fundo a realidade do mercado de trabalho e o que há de mais atual. Esse é um erro crítico e não pode ser cometido para quem gostaria de dar rumos bem consolidados para uma carreira, a começar por conseguir um bom estágio.

Quando se fala na área esportiva atual, nos deparamos com os seguintes temas:

  • desenvolvimento e implementação de modelos de gestão;
  • estruturação de departamentos de marketing;
  • treinamento de pessoal;
  • projetos esportivos com plano de patrocínio — marketing esportivo.

6. Busque inspiração em grandes esportistas

A trajetória de grandes ídolos do esporte é fonte de inspiração para milhões de pessoas. No mundo corporativo, por exemplo, é cada vez mais comum as grandes empresas contratarem palestras de ex-atletas das mais diversas modalidades como: natação, futebol, vôlei, basquete, atletismo e até mesmo técnicos.

A partir de relatos pessoais narrados por lendas do esporte sobre superação, trabalho em equipe e grandes conquistas, são fornecidas grandes lições aos colaboradores dessas empresas.

Para quem está apenas iniciando uma carreira e ainda está em fase de ir em busca de um estágio na área esportiva é muito saudável ter contato com experiências de sucesso.

Isso serve aos jovens para, principalmente, aprender a agir em momentos de grande dificuldade, sendo uma motivação para quem ainda está construindo os pilares que sustentarão seus sonhos.

Os primeiros passos em uma carreira são determinantes para o futuro de qualquer profissional. Dessa maneira, quem busca por estágio na área esportiva, e, consequentemente, um primeiro emprego de qualidade, não pode abrir mão de recursos estratégicos para chegar a seus objetivos.

Estabeleça um objetivo e invista nele. O seu sucesso depende muito do seu esforço para alcançá-lo e você será o que mais se beneficiará dele.

Gostou das nossas dicas sobre como conseguir um estágio na área esportiva? Tenha acesso a muito mais conteúdo e informações nos seguindo nas redes socias

WP_Gestao

Leia também:

Qual o seu perfil de gestor esportivo?

5 motivos para se investir em curso de Gestão e Marketing Esportivo

Como aumentar minha experiência profissional?

03